domingo, 22 de maio de 2011

A verdadeira prova de que você está ficando velho!

Você já recebeu aqueles emails superdivertidos sobre como você está ficando velho e se impressionou com ele? Ficou realmente assustado quando se lembrou que Thundercats, Caverna do Dragão e Comandos em Ação são sinais que a sua geração já ficou pra trás?

Pois prepare-se, pois isso não é nada. Prepare-se para a triste verdade - você pode estar passando um atestado de velhice diariamente, sem perceber, durante as suas resmungações  musicais.


Quer mesmo saber? Vamos lá...

Lembra daquele tempo, quando você era um jovem cheio de energia e vitalidade? Bons tempos, não? Quando Pica-pau era o melhor desenho animado politicamente incorreto, a Garota do Fantástico era o melhor momento do domingo à noite, o Conrado fazia propaganda de Taff Man-E no programa dos Trapalhões e colecionar álbuns de figurinhas era um passatempo maravilhoso?

Pois é, bons tempos....

Nessa época, você lembra mais ou menos como era a música? Não vou arriscar muito, mas provavelmente você ouvia alguma coisa nova, moderna, para despeito dos seus pais.

Enquanto você ouvia o que estava na moda naquela época, seus pais, caretões como sempre foram, faziam troça do seu gosto, menosprezavam as suas bandas, diziam que você não sabia o que era "música de verdade" - expressão que pra eles significava coisas como Erasmo Carlos, Cauby Peixoto, Rolling Stones, Chubby Checker e outras velharias.

Você, obviamente, nunca se importou com isso. Do alto da sua juventude, você se ria por dentro do anacronismo deles, ali fazendo papel de ridículo com suas bandas ultrapassadas e ritmos antigos. Sem se importar com o que eles pensavam, você sentava e relaxava, seja no seu Walkman ou no seu maravilhoso e inovador 3 em 1, ao som de Eduardo e Mônica ou Sweet Child o'Mine.

Doce ironia. Como diria o Caçulinha durante o merchandasing do Bamerindus, "o tempo passa, o tempo voa"....


"O que que há, velhinho?"

... e como diriam os seus pais, a vingança é um prato que se come frio. Admita, seu tempo passou. O mundo continuou girando, e quando menos percebeu, você é que estava assumindo o papel de reacionário e anacrônico dos seus pais.

Por mais que você grite e esperneie, você não vai conseguir convencer ninguém (além de outros "velhinhos" como você) de que Legião Urbana, Iron Maiden, Pearl Jam e  Engenheiros do Hawaii é que são "música de verdade" e que Restart, Lady Gaga e Katy Perry são qualquer adjetivo pejorativo que você queira dar.

Aceite, meu caro, você está definitivamente ficando velho, e não pode pode mais envergar o mundo pra se adequar às suas preferências.

Não adianta espernear e ridicularizar as bandas dos jovens de hoje. Do mesmo jeito que você fazia com seus pais décadas atrás, os jovens de hoje não vão se importar com o que você pensa. Vão apenas se rir por dentro da sua caretice, ligar seus mp3 e curtir Poker Face ou Levo Comigo sem dar a mínima pro quanto você odeia as bandinhas modernas.

Você pode não gostar disso. Eu posso não gostar disso. Mas a realidade não vai mudar. Nossas bandas favoritas de outrora ficaram pra trás, e estão a meio caminho de virar velharias. Quem dita a moda são os jovens e você precisa aceitar a triste verdade que não faz mais parte desse grupo. Não importa o quanto você tente criticar a qualidade das músicas de hoje em dia, protestar contra seu aspecto comercial, ou debochar das suas roupas e trejeitos afeminados.

"Afinal, todo mundo sabe que as bandas do meu tempo
eram muito mais másculas e viris!"

Se serve de consolo, um dia os jovens de hoje também vão ficar velhos, e você vai poder sentir o gostinho da vingança assistindo eles resmungarem contra as bandas de 2030 dizendo que Justin Bieber e Cine é que eram "música de verdade" ;)

16 comentários:

  1. Alvaro Demartini22 de maio de 2011 08:13

     PERFEITO! 

    ResponderExcluir
  2. eita melancolia q me bateu agora.... cavaleiro dos zodiacos, fita cassete do Jon Bon Jovi, raça negra, até de ouvir o caçulinha cantando sobre a poupança bamerindos, me deu saudades do domingo a noite.....
    bacana seu post. Vou eviar para um amigo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Ridículo,,, Existem muitas, muitas bandas de hoje em dia que são infinitramente melhores que restart, cine, etc... e nem sequer são comentadas na mídia. Veja bem, não estou questionando Lady Gaga ou outros do gênero, o que não concordo é que bandinhas infantis sejam chamadas de novo rock nacional... a propósito, aprendi a gostar de rock e heavy metal com meu pai.

    ResponderExcluir
  4. È,Engenheiros e Guns n Roses fizeram parte da minha vida....

    ResponderExcluir
  5. post fail. blog fail. em primeiro lugar, o po de hoje não é ruim comparado ao de antigamente, portanto lady gaga e katy perry são bons. Restart é o rock atual. e como o amigo ai de cima disse, eu tbm aprendi a gostar de rock com meu tio, e apesar de eu ter nascido em 85 as melhores bandas ainda continuam sendo da época dos meus pais. usa cratividade ae amigão e faz um post mais descente!

    ResponderExcluir
  6. Foi com o seu pai... você aprendeu a gostar de algo que não foi da "sua época". Só o fato de você glorificar algo que não foi do seu tempo já é a essência de supervalorizar alguma coisa de ontem menosprezando a de hoje. 

    ResponderExcluir
  7. O de hoje não ser ruim comparado ao de ontem... há quem discorde feio disso e também se você pegar alguém SEM influências de ontem, eles vão dizer que "rock antigo" é porcaria e Fiuk é bom, porque cada um vai sentir saudades de coisas que marcaram o SEU tempo, mesmo que seja velharia. A MINORIA é eclética... no final das contas a tendência de quando se fica mais velho (depois dos 25) é estacionar no tempo e parar de ouvir coisas novas da mídia. 

    ResponderExcluir
  8. Oi, Zé!
    Acho que o ponto principal do seu comentário é a palavra "melhor". Em se falando de música, principalmente, não é correto falar "X é melhor", e sim "Eu prefiro X". Melhor e pior é uma questão de preferência pessoal.

    Assim como você, eu também geralmente prefiro as bandas mais antigas. Caso você não tenha notado, a essência do post não é dizer que estamos errados por ter nossas preferências, e sim por tentar se rebelar contra as preferências dos mais jovens ;)

    ResponderExcluir
  9. Eu sou de 87, nunca achei as músicas que meu véio ouvia chatas, ele me apresentou Pink Floyd, Beatles, até Gilberto Gil, com o tempo fui curtindo Bob (quem não curte????), eu só acredito que o que era chamado de RUIM no passado é muuuuuuuuuuito melhor do que é chamado de BOM hoje.........NA MÍDIA!!! Liga a TV na MTV que era uma referência sobre música que duvido que você vai assistir a um programa que fale de música de qualidade, me colocam duas gaúchas chatas pra c...falando do quanto o Justin Bieber é bonitinho e a Gaga fashion e blá blá blá, a nossa música então nem se fala...Maria Gadú, uma cantora do c...., canta muito e você quase nem vê na mídia, mais o zaroio do Luan Santana com essas músicas de corno adolescentes tá em tudo que é coisa...realmente triste, mas eu me agarro na minha juventude e não terei filhos hehehe, flw!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho apenas 19 anos e tenho noção do que é música de verdade. Essas músicas da nova geração citadas no texto,na minha opinião,são pra fãs de 11 a 15 no máximo,quem tem mais que essa idade,e ainda gosta dessas bandinhas,tem probleminha!!!!

    ResponderExcluir
  11. Seu post é a pura verdade!

    ResponderExcluir
  12. troll detect...

    ResponderExcluir
  13. tem problemão, kkkk.

    ResponderExcluir
  14. "Música de verdade" não ! Corrigindo, música de qualidade seria o adequado para definir o trabalho da grande maioria das bandas de antigamente. Hoje em dia, ainda é considerado música pois a própria definição de música diz " é uma forma de arte que se constitui basicamente em combinar sons e silêncio seguindo uma pré-organização ao longo do tempo." A real é que hoje em dia o que é mais divulgado é uma arte é pobre, fraca e mastigada. E sim ! De qualquer jeito já estou ficando velha, pô ! HAUHAUHAU' Música boa é herança ou que se recebe imediatamente, ou que se descobre.
    Sou a favor deste compartilhamento de heranças musicais !

    ResponderExcluir